E o Pancas Arinto?

Conhecemo-nos numa das inúmeras provas que se fazem por estes caminhos de Portugal, e não sou o primeiro, nem serei o último a falar dele. Seja a acompanhar uma bela caldeirada, um arrozinho de polvo ou simplesmente a fazer companhia entre dois dedos de conversa, a história repete-se nos últimos tempos vezes sem conta. O que terá este Quinta de Pancas Arinto?

Diria que a resposta é muito simples, estamos perante um belo vinho, um excelente Arinto proveniente do lugar de Pancas, Alenquer, que satisfaz o palato e a alma que de quem procura um vinho branco capaz de assumir um papel importante à mesa. Cá por casa ficámos rendidos a este Pancas de acidez vincada e persistência longa que dá um imenso gozo quando estamos diante de pratos mais elaborados, a verdadeira comida de tacho. A passagem pela madeira nova e usada torna-o mais sério, mas é sua multiplicidade aromática que o torna um vinho elegante e muito bem conseguido.

São apenas e só 6 647 garrafas deste Arinto de Pancas. Aliás eram, porque algumas delas estão aqui bem guardadas até nova chamada. Pela estrutura que apresenta é sem dúvida um vinho com muita vida pela frente e nós cá estaremos, espero, para voltar a comprovar a sua qualidade.

Se há coisa que gosto mesmo, é de reunir gente que gosto, cozinhar e servir um vinho à altura do acontecimento e este Pancas, sem dúvida, que entra para as minhas escolhas deste verão atípico.

Para mais informações sobre a restante oferta da Quinta de Pancas visitem o site.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s